Jesus Cristo

O Anúncio do Anjo a Maria: Os estranhos caminhos de Deus

26No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27a uma virgem desposada com um varão chamado José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.

Chama a atenção o contraste entre o anúncio do anjo a Zacarias e o anúncio a Maria. No relato da Anunciação a Maria não há nenhuma referência ao sacerdócio, ao santuário, aos sacrifícios. Para revelar e realizar a encarnação do seu Filho, Deus não escolheu o templo nem uma família sacerdotal. A encarnação daquele que é o Alfa e o Ômega de toda a criação e de toda a história tem lugar numa aldeia, chamada Nazaré, cujo nome não aparece uma única vez no Antigo Testamento, nem no Talmud, nem nos escritos do historiador judeu Flávio Josefo.

Como lugar de parada para dar de beber aos animais das caravanas que passavam perto, Nazaré não tinha bom conceito. A fama de suas mulheres foi recolhida num provérbio: "A quem Deus castiga, dá-lhe por mulher uma nazarena". Também no Novo Testamento, Nazaré é citada de maneira pejorativa: "De Nazaré pode sair algo de bom?" (Jo 1,46). Pois foi esse lugarejo, situado na "Galiléia dos gentios" (Mt 4,15), da qual "não havia saído nenhum profeta" (Jo 7,52), o escolhido por Deus para a encarnação do seu Filho. E a mulher escolhida para ser a mãe do Verbo encarnado foi “uma virgem desposada com um varão chamado José, da casa de Davi”. O noivo de Maria, embora fosse descendente da casa de Davi, era um empobrecido que vivia da profissão de téknon, isto é, uma combinação de pedreiro, ferreiro e carpinteiro. Os caminhos de Deus são verdadeiramente muito estranhos, inimagináveis para a nossa lógica. Seus caminhos não são os nossos caminhos, e seus pensamentos não são os nossos pensamentos (cf. Is 55,8).

“O nome da virgem era Maria”. Miriam era um nome muito comum no tempo de Jesus. Na história antiga de Israel só encontramos uma mulher com esse nome, a irmã de Aarão (Ex 15,20-21). Nos evangelhos, pelo contrário, além da Mãe de Jesus, tinham o nome de Maria várias das mulheres que pertenciam ao círculo dos discípulos: Maria de Betânia (Lc 10,38-41), Maria de Mágdala, Maria a mãe de Tiago, Maria de Cléofas (cf. Mt 27,56; 28,1; Lc 24,10; Mc 15,40; Jo 19,25). Foram propostas mais de meia centena de hipóteses para explicar o significado do nome "Maria", cada uma mais gloriosa que a outra. Na verdade, também no que diz respeito ao nome, a virgem de Nazaré era uma mulher do povo, totalmente desconhecida dos grandes do mundo, com um nome comum, como é hoje o de tantas Marias do nosso povo.

O que atrai o coração de Deus na jovem virgem de Nazaré, que ele próprio criou, é seu despojamento e sua beleza interior. No seio da virgem da Nazaré vai acontecer a Encarnação do Verbo, o fato mais importante desde a criação do universo. Podemos, com efeito, afirmar que o mundo foi criado por Deus como a condição prévia para poder autocomunicar-se ele próprio à humanidade, fazendo-a assim participar da sua vida divina.

Não menos paradoxal é que Deus tenha escolhido como porta de entrada na nossa história e como portadora do Verbo encarnado uma virgem de aproximadamente treze anos. Em Israel, a virgindade era vista como uma deficiência e uma humilhação; por isso, era causa de desprezo (como é desprezada nos nossos dias, embora por outras "razões"). Neste contexto devem ser entendidas as palavras de Isabel, quando diz que Deus tirou o "opróbrio" da sua esterilidade (Lc 1,25). Ao escolher uma virgem para ser sua mãe, Deus escolhe o que é desprezado pelos homens. O fato da virgindade de Maria é enfatizado no relato: o evangelista sublinha-a duas vezes no início (v. 27); e, mais adiante, no v. 34, a própria Maria volta a afirmá-la. O significado teológico da virgindade de Maria é o da gratuidade absoluta da salvação. O Salvador do mundo não nasce das forças humanas, não entra na nossa história como produto das forças imanentes à história, mas é puro dom.

* Este texto foi retirado do Livro "Assumiu a nossa Carne e acampou entre nós", do Pe Álvaro Barreiro, SJ - Edições Loyola. Para adquirir um exemplar entre em contato pelo telefone: (xx21) 2233-4295 ou 2263-4280. Ou pelo endereço: Av. Presidente Vargas, 502/Sala 1701 - Rio de Janeiro.

 

Leia também:

- Maria partiu para visitar Isabel: a primeira procissão do Corpus Christi

- Maria canta a libertação operada por Deus

- O Anúncio do Anjo a Maria: As três primeiras palavras do anúncio do anjo Gabriel a Maria

- Encarnação e o Nascimento de Jesus Cristo: A Encarnação como "condescendência" divina 

- Encarnação e o Nascimento de Jesus Cristo: Novidade radical e atualidade permanente do mistério da Encarnação

Para se cadastrar no Amai-vos, clique aqui!

Gostou do Amai-vos, clique aqui e fale com a gente!



Compartilhe
Envie por email
Imprimir
voltar topo da pagina

Contém Amor

Contém Amor

Agenda

Guia do Empreendedor...

Audioteca Sal e Luz...

Enquetes

Como você vê o conflito em Gaza?

 Uma insanidade humana

 Fruto de fundamentalistas dos dois lados

 Interesses geopolíticos e econômicos se sobrepondo às questões humanas

 Todas as respostas

 Nenhuma das respostas

Ver resultado

Outras enquetes

Amaivos 2012 - Todos os direitos reservados.