Jesus Cristo

Amai-vos uns aos outros...

A iniciativa de amar é de Deus: é Ele quem nos ama primeiro e nos convida ao amor.  Somente experimentando o amor é que a humanidade poderá experimentar, ainda que limitadamente, quem é Deus.  Amar é tocar no mistério da divindade aberto Definitivamente à humanidade pelo amor doado por Deus à criação.
 
Em Jesus Cristo, Deus mostra a capacidade humana de amar.  O Filho, encarnado e feito homem para suportar a limitação humana, faz de Sua vida uma vida inteira de amor ao outro e ao Pai.  E nos ensina a viver no amor: “como o Pai me amor, assim também eu vos amei.” (Jo15, 9) e, mais adiante, “amai-vos uns aos outros como eu vos amei.” (Jo 15, 12).
 
O Filho Amado, Senhor da Vida, não escraviza a humanidade.  Ao contrário, a faz amiga, irmã.  Escolhe homens e mulheres para que cada um saiba que pode contribuir com a obra da criação.  E assim nos diz: “Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor.  Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai.  Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça.” (Jo 15, 15-16)
 
Qual é o sentido profundo da palavra amor, para cada um de nós?  Hoje, é uma palavra tão banalizada, tão usada para designar relações egoístas e hedonistas, que poucas vezes lembramo-nos da sua origem divina: tudo foi criado por amor, para o amor e no amor.  Foi o amor de Deus, que não coube em si só e que expandiu dando origem a vida, porque o amor é fonte de vida.  Por isso, as palavras de Jesus: “...para que produzais fruto...” (Jo 15, 16 a).  O fruto esperado é a vida que somos capazes de gerar através de nossos atos que devem refletir o verdadeiro amor de Deus pela humanidade.
 
A primeira carta encíclica de Bento XVI - Deus caritas est – resgata a dimensão amorosa de Deus, reforçando as palavras do apóstolo João em sua Primeira Carta: Deus é Amor! (1Jo 4,1) e, a partir daí, oferece dicas para a prática amorosa nas relações pessoais e sociais, indicando fundamentos para a implementação da justiça e da verdadeira caridade cristã.  Enfim, um documento que não pode deixar de ser lido e trabalhado pelos fiéis para que possamos ser todos instrumentos construtores de uma nova realidade.

Que a experiência do amor possa ser restauradora da nossa relação filial com o Senhor para que seja consciente em nossas vidas a importância de sermos filhos amados por Deus.
 
Textos para ajudar na sua oração:
Jo 15, 9-17
1Jo 4, 7-10
Jo 13, 31-33ª.34-35


Compartilhe
Envie por email
Imprimir
voltar topo da pagina

Contém Amor

Contém Amor

Agenda

Guia do Empreendedor...

Audioteca Sal e Luz...

Enquetes

O que você pretende mudar na sua vida em 2015?

 ter mais tempo pra minha família

 mudar de emprego

 viajar mais

 ajudar em um projeto social

 cuidar mais do meio ambiente

Ver resultado

Outras enquetes

Amaivos 2012 - Todos os direitos reservados.