Santo do Dia

3 de Fevereiro de 2015
Dia 03 de fevereiro – São Brás (? – 316)

Brás nasceu na região da Capadócia, atual Armênia, em uma família rica da qual recebeu a educação cristã.  Ainda jovem, veio a ser bispo de Sabeste, cidade daquela região.  Além disso, era também médico e dedicava-se a este ofício com bastante empenho, ajudando ricos e pobres em suas doenças.

Quando, porém, o governador da Capadócia começou a perseguir os cristãos, Brás foi obrigado a esconder-se em uma caverna no meio de uma floresta.  Os registros de sua história contam que curava as feridas dos animais selvagens que, como recompensa, traziam-lhe a comida necessária para viver.  Um dia, foi encontrado por caçadores que ficaram impressionados com sua ligação com os animais.  Tendo-o levado até o governador, Brás não renegou sua fé em Cristo e, por isso, foi colocado em uma cela para lá morrer de fome.  Uma mulher a quem ele havia ajudado, conseguia ir escondida à cela e levar-lhe comida. Porém, o segredo foi descoberto e o governador mandou, então, que cortassem a pele do cristão com pentes de ferro e, por fim, que o degolassem.

A tradição atribui a São Brás a cura dos males da garganta e de sufocamento (engasgos).  Esta tradição teve início quando Brás livrou da morte um menino engasgado com uma espinha de peixe na garganta.

Santificando minha vida: Sou capaz de enfrentar a dor para não renegar minha fé?

Oração a São Brás

Ó bem-aventurado S. Brás, que recebestes de Deus o poder de proteger as pessoas contra as doenças da garganta e outros males, afastai de mim a doença que me aflige, conservai minha garganta sã e perfeita para que eu possa falar corretamente e assim proclamar e cantar os louvores de Deus.

Eu vos prometo, S. Brás, que a fala que sair de minha garganta será sempre:

De verdade e não de mentira.

De justiça e não de calúnia.

De bondade e não de aspereza.

De compreensão e não de intransigência.

De perdão e não de condenação.

De desculpa e não de acusação.

De respeito e não de desacato.

De conciliação e não de intriga.

De calma e não de irritação.

De desapego e não de egoísmo.

De edificação e não de escândalo.

De ânimo e não de derrotismo.

De conformidade e não de lamúrias.

De amor e não de ódio.

De alegria e não de tristeza.

De fé e não de descrença.

De esperança e não de desespero.

S. Brás, conservai minha garganta livre das doenças a fim de que minhas palavras possam louvar a Deus, meu criador, e agradecer a vós, meu protetor. Amém.

Compartilhe
Envie por email
Imprimir
voltar topo da pagina

Contém Amor

Contém Amor

Agenda

Guia do Empreendedor...

Audioteca Sal e Luz...

Enquetes

O que você pretende mudar na sua vida em 2015?

 ter mais tempo pra minha família

 mudar de emprego

 viajar mais

 ajudar em um projeto social

 cuidar mais do meio ambiente

Ver resultado

Outras enquetes

Amaivos 2012 - Todos os direitos reservados.