Sheikh On-line

Pergunta:
Eu briguei feio com a minha mãe. Ela disse coisas horríveis pra mim e agora não estamos nos falando. Estou querendo sair de casa, fugir, o que eu faço?



Resposta:
Pois é Bruna, eu pensava que você fosse mais corajosa. Mas, sabe, sair de casa tem um outro nome: fugir. Isso é o que você está pensando: FUGIR. Em lugar de agarrar o boi pelos chifres, simplesmente quer escapar. E com isso não vai resolver coisa nenhuma. É bem provável que sua mãe tenha errado. Ela dizer "coisas horríveis", não é algo que deveria ter feito. De acordo. Mas, foi só ela quem errou? Você não errou nem um pouquinho? Só que vocês duas quebraram a louça e agora nenhuma das duas quer consertar. E ela sozinha não se conserta. Alguém tem que dar o primeiro passo. Quem deve ser? Quem tiver mais coragem. Ou melhor, como dizia num livro que eu tinha quando era garoto: quem for mais cristã. Sim, porque adiantar-se a buscar a reconciliação e a pedir perdão, é uma atitude cristã. Você, tão nova, tem muito maior capacidade para enfrentar essa tarefa. Fale, procure dar carinho, antes de exigir que a sua mãe lhe dê carinho. É claro que você quer bem a sua mão. Se não, não me teria escrito, não é verdade? Falando, a gente se entende. E não deixe de chorar, se tiver vontade. Enfim, Bruna, seja corajosa e se quiser desabafar, de novo, não deixe de me escrever. Sou seu amigo. Pe. Jesus Hortal, S.J.