Dia 30 de janeiro - Santa Jacinta Mariscotti (1585-1640)

Jacinta é um exemplo da misericórdia de Deus, atuando em conjunto com a vontade do homem em se converter. Quando jovem, apaixonou-se por um marquês que, desprezando-lhe, escolheu casar-se com sua irmã. Este fato abalou terrivelmente sua personalidade e fez com que Jacinta ficasse socialmente insuportável, a ponto de sua família interná-la em um convento franciscano, de onde fugia constantemente e realizava atos que escandalizava toda a sociedade.

Um dia, anos após sua entrada no convento, Jacinta ficou muito doente e pediu um confessor. Ao chegar ao seu quarto, o confessor ficou chocado com a decoração do ambiente e lhe disse que ela estava ali somente para ajudar o mal. Impressionada, a moça se propôs a mudar de vida, mas logo que sarou, voltou às antigas loucuras.

Uma nova doença, desta vez mais forte que a primeira, foi a gota d'água para a sua total conversão. Jacinta pôs-se a rezar incessantemente, tirando, da oração, as forças necessárias à sua mudança de vida. Com o tempo, transformou-se em uma mulher piedosa, prestativa e disciplinada, tornando-se, inclusive, um exemplo para as noviças do convento.

Santificando a vida: Consigo aproveitar os reveses da vida para aumentar a minha fé?

MATÉRIAS RELACIONADAS