Nossa Senhora

O anjo Gabriel visita Maria

Gilda Carvalho
gilda@puc-rio.br


Gabriel foi o anjo escolhido por Deus para anunciar a Encarnação de Jesus Cristo à Maria. Não foi enviado à Virgem um anjo qualquer, mas Gabriel, o máximo anjo, aquele que possui a “Força de Deus”, no dizer de São Gregório Magno.

O encontro de Maria com o anjo é descrito como um diálogo e, embora muitas vezes tenha sido retratado como um momento quase diáfano, a força das palavras trocadas entre esses dois seres é suficiente para nos fazer refletir até hoje.

Ainda que a princípio Maria pareça assustada, aos poucos ela se acostuma à presença daquele ser divino e o interpela, para que possa através dele entender a vontade de Deus. Coloca-lhe uma questão meramente humana: como se fará isso? E o anjo lhe fala da vontade de Deus que tudo pode. E, na comunhão entre humanidade e divindade, Maria diz “sim”.

A Igreja festeja em 29 de setembro a festa dos Santos Anjos, Miguel, Rafael e Gabriel. Ao longo da história, muito tem sido dito sobre esses seres divinos que aparecem em inúmeras ocasiões nas Sagradas Escrituras. O momento da Encarnação de Jesus talvez seja a mais conhecida delas. Gabriel anuncia, traz a boa nova. Miguel significa “aquele como Deus”, o que realiza grandes feitos. Rafael é “Deus cura”, como curou Tobias de sua cegueira. Portanto, nessa festa, possamos como Maria reconhecer os anjos que nos anunciam a palavra do Senhor, a sua Boa Nova, a sua presença entre nós. E possamos, como a Virgem, dizer “sim”.