Quando passar o nosso inverno

Por: Luiz Paulo Horta

Cirilo de Jerusalém, que morreu em 386, foi eleito bispo numa época em que fervia o conflito com o arianismo. Duas vezes foi deposto por um sínodo, e numa terceira vez também foi exilado. No ano 381, tomou parte no Concílio de Constantinopla. O texto seguinte vem das suas famosas "Catequeses".
.
"Usemos do nosso corpo com moderação. Lembremos de que com este corpo seremoserguidos do sepulcro, quando chegar a hora do Julgamento. Talvez você tenha alguma dúvida sobre se isso vai acontecer. Se é assim, medite um pouco sobre tudo o que já aconteceu com a sua vida. Diga-me: onde estava você cem anos atrás? O Criador,
que trouxe para a vida uma pessoa que não existia, não pode convocar de novo para a vida uma pessoa que já existiu mas que está morta?Todos os anos, ele chama para a vida o trigo que tinha desaparecido depois da colheita. Você acha que aquele que ergueu-se a si mesmo da morte por nossa causa terá a menor dificuldade em chamar-nos para uma nova vida? Ou então olhe para as árvores. Durante alguns meses elas se mostram sem frutos, e até mesmo sem folhas. Mas uma vez que passe o inverno, elas se tornam verdes novamente, como se retiradas da morte. Com maior razão, e com maior facilidade, seremos nós chamados para uma nova vida. Não dê ouvidos aos que negam a ressurreição da carne. Isaías testemunha: "Os mortos viverão novamente; os corpos dos que morreram retornarão à vida". E de acordo com a palavra de Daniel, "muitos dos que dormem debaixo da terra acordarão, alguns para a vida eterna, outros para uma ruína definitiva".