Espaço Social

Pílulas Espirituais - 29/agosto

Publicado em 29/8/2018 por: Pe. Pedro Magalhães Guimarães Ferreira S.J.

355.“Espiritualidade diz respeito a ver, não é a respeito de conseguir ou ganhar algo. É a respeito de relacionamento e não de resultados. Uma vez que voce vê, o resto se segue. Voce não tem que empurrar o rio, porque voce já está nele. A vida [graça de Deus] está dentro de nós, e nós aprendemos como dizer “sim” a esta vida” (Richard Rohr, Everything belongs - The gift of contemplative prayer. Crossroad, 2003, p. 33)

356.“[...] os prazeres da vida epiritual são tão grandes e tão puros, eles de tal modo transcendem os prazeres deste mundo que exercem uma tremenda atração na alma que os encontram ao longo do caminho para Deus [...]. A pessoa fará o possível e o impossível que lhe permita trazer de volta dois minutos que sejam da alegria que ela experimnetou no que parecia ser uma visão de Deus. Ela irá ‘ao fim do mundo’ para ouvir as palavras que uma vez a deixou suspensa entre o tempo e a eternidade [...]. Mas São João da Cruz nos adverte que todos estes impulsos devem ser checados de forma implacável pela razão”. (Thomas Merton, The Ascent to Truth. Harcourt, Brace and Company: New York, 1951, pp. 178s)

357.“Para rezar, precisamos de um coração puro. A oração é união com Deus. [...]. Ao longo do dia, sentir (imperativo) com frequência a necessidade de rezar [...]. Quanto mais rezar, mais gostarão de fazê-lo”. (Madre Teresa de Calcutá, Dove c’è amoré, c’è Dio. Ed. Brian Kolodiejchuk M.C. Rizzoli: Milano, 2010, p. 32).

358.“Falar com Deus, escutar e depois falar, isto é oração. Se não escutarmos primeiramente, não teremos nenhum assunto para falar. Por isso devemos nos empenhar para escutar. Para isto devemos ter o silêncio da mente, o silêncio do coração, o silêncio dos olhos” (Idem, ibidem).

Pe. Pedro M. Guimarães Ferreira S.J.