Espaço Social

Pílulas Espirituais - 21/novembro

Publicado em 27/11/2018 por: Pe. Pedro Magalhães Guimarães Ferreira S.J.

399.“Cristo está com aqueles que são humildes, não com aqueles que exaltam a si mesmos sobre os outros. O cetro de majestade de Deus, não veio - em Jesus Cristo – com pompa e arrogância ou orgulho - ainda que Ele pudesse assim proceder – mas com mente humilde, de acordo com o que o Espírito Santo falou a seu respeito” (São Clemente de Roma, 1ª. Carta de São Paulo aos Corintos, n. 16, ap. CD Early Christian Writings) [Está na web]

400.“Aprendei de mim, disse Jesus, porque sou manso e humilde de coração. A numildade nos aperfeiçoa no relacionamento com Deus e a doçura no relacionamento com o próximo. O bálsamo (que como disse antes, precede todos os licores) representa a humildade e o óleo de oliva [...] representa a doçura e a indulgência, a qual ultrapassa todas as [dificulades] e se destaca entre as virtudes como sendo a flor da caridade, a qual, segundo São Bernardo atinge a perfeição quando não somente é paciente, mas quando, além disso é paciente e indulgente”. (São Francisco de Sales, Introdução à vida devota, 3ª. parte, cap. 6)

401.“... há que se advertir que todas as visões, revelações e sentimentos [...] não valem tanto como o menor ato de humildade... (São João da Cruz, Cántico B, Canción 27)

402.“... a lei natural [pela qual podemos fazer um catálogo de vícios e virtudes] nada mais é que a participação da lei eterna na criatura racional” (São Tomás de Aquino, Summa Theologiae, I-II, q. 91. a. 2. in c.)

403.“... porque o homem é ordenado à visão beatífica, a qual supera a capacidade da natureza humana, [...] foi necessário que, além da lei natural fosse dirigido também por lei dada por Deus”. (Idem, a. 4, in c.)

Pe. Pedro M. Guimarães Ferreira S.J.