Espaço Social

Pílulas Espirituais - 29/maio

Publicado em 29/5/2019 por: Pe. Pedro Magalhães Guimarães Ferreira S.J.

96.“Como conhecemos Deus imperfeitamente, assim imperfeitamente o nomeamos, quase balbuciando, como diz São Gregório Magno. Somente Ele se “compreende” [isto é, se entende perfeitamente] e portanto somente Ele perfeitamente se nomeia, gerando o Verbo [2ª. Pessoa da Santíssima Trindade]”. (São Tomás de Aquino, Super Sent., lib. 1 d. 22 q. 1 a. 1 co.)

97.“No mistério da Última Ceia, Jesus piedosamente nos alimentou, no patíbulo da Cruz nos remiu e no triunfo da ressurreição nos glorificou”. (Bibloteca de Autores Crististianos (BAC), São Boaventura, Opera Omnia, X, p. 247)

98.“São Boaventura é o grande teólogo da Paixão [...] é o cantor por excelência do drama doloroso do Calvário. O que este Santo excreveu sobre o Salvador paciente é insuperável.

É de uma ternura que chega ao coração. ‘Parece que tu, ó Doutor Seráfico, não tiveste, ao escrever tuas obras outro papel que o da cruz, outra pena que a lança, outra tinta que o sangue de Jesus Cristo” (São Francisco de Sales in: BAC, Obras de San Boaventura, tomo II, p. 29)

99.“[...] depois da minha conversão, eu quis levar uma vida que abrisse mão de todas as coisas terrenas para ter o pensamento somente nas coisas de Deus. E gradualmente fui caindo na conta que [...] quanto mais profundamente uma pessoa é atraída por Deus, tanto mais ela deve sair de si mesma” (Edith Stein, Das Kreuz wie eine Krone tragen. Benzinger Verlag: Zurich, 1999, p.68). [Edith Stein, judia, que se converteu ao catolicismo, fez-se Carmelita Descalça e tomou o nome de Teresa Benedita da Cruz. Morreu no campo de concentração de Auschwitz. Canonizada pela Igreja.]

100.« Tenhamos sempre os olhos em Jesus crucificado, caminhemos no seu serviço com confiança e simplicidade, sabiamente e discretamente » (São Francisco de Sales, « Introduction à la vie dévote, 3a. parte, cap. 7, p. 159)

Pe. Pedro M. Guimarães Ferreira S.J.