Espaço Social

Pílulas Espirituais - 26/junho

Publicado em 1/7/2019 por: Pe. Pedro Magalhães Guimarães Ferreira S.J.

Hino “Jesu! Rex Admirabilis”

"Jesus doçura dos corações

fonte viva, luz das mentes

excedendo toda alegria

e todo desejo.

Fica conosco, Senhor

e nos ilumina com a tua Luz,

expulsa a escuridão da mente,

plenifica o mundo com doçura."

“[...] repousando vosso coração em Nosso Senhor, que é o verdadeiro Cordeiro casto e imaculado, vereis que logo vossa alma e vosso coração se encontrarão purificados de toda imundície e maus pensamentos” (São Francisco de Sales, Introduction à la vie dévote, 3ª. parte, cap. 13º., p. 183)

“Ghandi chegou a afirmar que ‘se todas as Bibliotecas do mundo fossem destruídas e sobrasse somente o Sermão da Montanha, nada efetivamente se teria perdido’” (Fernado Sabino, Com a graça de Deus, p. 71)

“Em poucas palavras, a devoção nada mais é que uma agilidade e vivacidade espiritual por meio da qual a caridade faz suas ações em nós – ou nós por ela – prontamente e afeiçoadamente” (São Francisco de Sales, Introduction à la vie dévote, 1ª. Parte, 1º. Capítulo)

“[...] a devoção é a doçura das doçuras e a perfeição da caridade. Se a caridade é um leite, a devoção é o creme; se a caridade é uma planta, a devoção é a flor ...” (Id, ib)

“[A devoção é] a chama que torna a caridade pronta, ativa e diligente”. (São Francsico de Sales, Introduction á l avie devote, livro 1, cap. 1, apud Dictionnaire de Spitirualité, tomo V, col. 1082)

Pe. Pedro M. Guimarães Ferreira S.J.

Comente