Santo do Dia

Santos Valério e Rufino (séc. III)

Os amigos Valério e Rufino eram guardas dos celeiros de um dos palácios imperiais romanos e, juntos, eram praticantes ativos do cristianismo, freqüentando a comunidade local e pregando a palavra de Jesus aos pagãos.

Quando o imperador Diocleciano assumiu o poder e intensificou a perseguição aos cristãos, os amigos foram denunciados por outros guardas e os próprios colegas de serviço os prenderam, torturaram e mataram.

Conta a história que antes de morrer, os dois fizeram uma belíssima profissão de fé. No lugar do martírio foi erguida uma igreja e, ao seu redor surgiu a cidade de Bazoche, onde até hoje o santuário e local de peregrinação.

Santificando minha vida:

Deixarei também uma marca da minha vida cristã?